Sustentabilidade

Com mais de uma década de trabalho em parceria com o meio ambiente na Serra da Canastra e na região de Furnas, nossa proposta de trabalho foi reconhecida no prêmio 4º Premio BRAZTOA de sustentabilidade 2015. Exatos 67 cases selecionados em cinco categorias diferentes. Ao fim, apenas cinco finalistas na disputa pelo prêmio em cada categoria. (Associados Braztoa, Meios de Hospedagens, Parceiros do Trade, Agências de Viagens e Parceiros Institucionais).
Concorremos com muitas empresas renomadas e de destinos turísticos consolidados como Fernando de Noronha e Gramado e conseguimos estar entre os melhores do país e levar o nome de Passos, de São João Batista do Glória e da Serra da Canastra para um concurso extremamente exigente e que realmente premia as iniciativas que tem potencial sustentável. Obtivemos o 3º Lugar na Categoria Agências de Viagem.


selo oficial da premiação

O PRÊMIO BRAZTOA DE SUSTENTABILIDADE

Desde 2012, a BRAZTOA promove o maior prêmio de turismo sustentável do país, que tem a chancela da Aliança Global para o Turismo Sustentável, da ONU e do Ministério do Turismo. A iniciativa reconhece as melhores práticas e dá visibilidade às empresas e suas ações sustentáveis, estimulando a cadeia do turismo a agir de maneira ambientalmente responsável, socialmente justa e economicamente viável.
A Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) selecionou os finalistas do 4º Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2015, através de jurados que avaliaram os cases individualmente, considerando critérios previamente estabelecidos, e suas escolhas foram reunidas pela Eccaplan, que faz a consultoria do Prêmio e foi responsável por agrupar, fazer a contagem dos votos e elencar os cinco mais votados dentro de cada categoria, para que se chegasse aos nomes que vão à final.
O resultado veio da apuração do número recorde de 67 inscritos. Parte do júri se reuniu,no Rio de Janeiro, para definir os 1º, 2º e 3º lugares desta edição do 4º Prêmio Braztoa de Sustentabilidade.

A BRAZTOA

A Associação Brasileira das Operadoras de Turismo é uma associação privada, sem fins lucrativos, focada em valorizar a atuação de seus associados em regime de mercado organizado, liberdade de iniciativa e lealdade de concorrência. Por isso desenvolve ações institucionais, de fomento ao desenvolvimento do setor de turismo e de promoção e apoio à comercialização.

O PROJETO CAMINHOS DA CANASTRA

O objetivo do projeto foi criar e adequar uma rota ecoturística de trekking para envolver os empreendimentos turísticos (Pousadas), ligando-os através de um caminho ecológico composto por trilhas, na área ainda não regularizada do Parque Nacional da Serra da Canastra no município de São João Batista do Glória-MG. Contou com o apoio institucional da UEMG dentro do programa de Mestrado de Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente.
Foram percorridos os caminhos já existentes, mapeando as trilhas já abertas que poderiam ser utilizadas; levantando os tempos necessários de cada percurso divididos por trechos; as severidades das condições dos terrenos visando implantar a Norma Técnica ABNT NBR 15505-2:Turismo com atividades de caminhada – Parte 2: Classificação de Percursos sugerida pelo Ministério do Turismo e pela Associação Brasileira de Empresas de Turismo de Aventura – ABETA.O projeto objetivou também criar um plano interpretativo para as trilhas desenvolvidas. Por meio destas, o turista tem o íntimo contato com o meio ambiente e por sua vez obtém informações do local que está sendo visitado. A criação e a classificação da rota de trekking proporciona segurança para os turistas que pretendem se aventurar e tende a impulsionar o turismo, inserindo o pólo ecoturístico de São João Batista do Glória no roll de destinos turísticos providos de trilhas adequadas ao Trekking. Outros benefícios seria o incentivo para um aumento da oferta de guias de turismo locais; construção de pórticos e inserção de placas informativas que auxiliarão os turistas nas suas atividades, Os resultados serão decisivos para a adequação do produto turístico, gerando qualidade da visitação, uma maior facilidade na comercialização dos roteiros, culminando em mais desenvolvimento econômico para a região, de forma sustentável.

Desenvolver o turismo de forma sustentável é fundamental para o setor. A relação harmoniosa com o Meio Ambiente é essencial para nos mantermos à frente de um processo em que toda a cadeia produtiva tem benefícios.
A Compadres turismo quer assim transformar a realidade de nossa região, sustentavelmente.

Conrado OP Andrade

Conrado Andrade recebendo o prêmio no Rio de Janeiro, das mãos de Phillippe Campello, Secretário de Turismo